Passagens dos ônibus intermunicipais, metropolitanos e táxis são reajustadas

A partir da zero hora deste domingo (30), tarifas terão aumento de 6,21% para corrigir defasagem, informa a Secretaria de Transportes

O preço das tarifas das linhas de ônibus do sistema de transporte coletivo intermunicipal e metropolitano e dos táxis metropolitanos, sob a responsabilidade da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), será reajustado a partir da zero hora deste domingo (30), em 6,21%.

Este percentual é inferior à variação da maioria dos índices econômicos. O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M/FGV), por exemplo, registrou este ano aumento de 7,08%.

O reajuste das tarifas tem como objetivo corrigir a defasagem existente entre os preços das passagens e o aumento dos custos ocorrido no período de 12 meses, levando-se em conta os gastos com combustível, aquisição de peças de reposição, manutenção, depreciação do veículo, taxas, tributos e impostos, despesas administrativas gerais e inclui a remuneração da mão de obra com benefícios sociais.

Para orientar os passageiros sobre os reajustes, as empresas afixarão cartazes no interior dos ônibus metropolitanos. Os valores das tarifas reajustadas estarão disponíveis para consulta nos sites da Setop e do Departamento de Estradas e Rodagens (DER-MG).

Ônibus intermunicipais

O sistema de transporte coletivo intermunicipal rodoviário atende a todos os municípios que não fazem parte da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), sendo constituído por cerca de 1.870 linhas de ônibus operadas por 217 empresas. A frota é composta por 3 mil veículos e transporta seis milhões de passageiros mensalmente.

Veja alguns exemplos de serviços presentes no sistema intermunicipal rodoviário e seus reajustes:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ônibus metropolitanos

A tarifa preponderante do sistema de transporte coletivo metropolitano passa de R$ 3,25 para R$ 3,45 e a mais barata, de R$ 2,10, com o reajuste passa a R$ 2,25.

A frota de ônibus metropolitanos é constituída de 2.880 veículos, com idade média de 4,8 anos. São 736 linhas transportando 21,4 milhões de passageiros mensalmente, que se deslocam entre os 34 municípios da região metropolitana.

Táxis Especiais Metropolitanos

O serviço de Taxi Especial Metropolitano, que circula principalmente na rota Aeroporto de Confins/Belo Horizonte, opera com uma frota de 237 veículos e tem a função principal de atender Belo Horizonte e a região metropolitana.

As tarifas a serem cobradas pelos táxis nos dias úteis, nos períodos diurno, passam a ser de R$ 2,45,com bandeirada de R$ 4,45, e a tarifa diurna e noturna dos domingos, feriados e sábado após as14 horas passa a ser de R$ 2,94, com a bandeirada também de R$ 4,45.

Cartão Ótimo é um dos avanços do Sistema Metropolitano

Toda a frota do Sistema Metropolitano já funciona com bilhetagem eletrônica, atendendo a todos os 34 municípios.Os usuários podem realizar deslocamentos entre os municípios da RMBH com pagamento da tarifa por meio do Cartão Ótimo, salientando-se o aumento da segurança, agilidade e a melhoria na integração ônibus-ônibus e ônibus-metrô. A tarifa mais barata, de R$ 2,10, com o reajuste passa a R$ 2,25.

Terminais Metropolitanos terão avanços perenes

Os Terminais Metropolitanos de Integração do Transporte Público Coletivo têm por objetivo a melhoria dos serviços de transporte público disponíveis na RMBH. Os eventos ligados à Copa do Mundo de 2014 são um dos focos das ações, mas os investimentos na área de mobilidade urbana serão contínuos e perpassarão a realização de tais eventos esportivos. Sete terminais metropolitanos integram o sistema BRT, coordenado pela PBH, sendo adequados para essa finalidade.

No período 2011-2012 foram elaborados os projetos de engenharia e adquiridas as áreas para implantação dos terminais. Em 2013-2014 deverão ser construídos terminais de integração nos municípios de Belo Horizonte (Av. Bernardo Monteiro, Vilarinho e São Gabriel), Contagem (Cidade Industrial, Darcy Ribeiro e Ressaca), Ibirité, Sarzedo, Ribeirão das Neves (Justinópolis e Ribeirão das Neves), Santa Luzia (São Benedito) e Vespasiano (Morro Alto). Para a implantação dos terminais e melhoria dos seus acessos, foram assegurados recursos de R$ 187 milhões.

Agência Minas

 

Marta Aguiar

Eu, Marta Rodrigues de Aguiar nasci em: 27/08/1958, sou funcionária pública, fui a primeira presidente do Conselho de Turismo, sou escritora e acadêmica da (ACLA), Academia de Ciências Letras e Artes de Manhuaçu-MG, Possuo cursos de Organização de Eventos, Secretariado Executivo, Informática, Designer Gráfico, (CorelDraw e PhotoShop), Cursando mais uma vez Designer Gráfico na Prepara com mais duas especializações. (CorewDraw, PhotoShop, PageMaker e InDesigner). Sou Repórter e Fotógrafo, trabalhei com Devair Guimarães no Jornal das Montanhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *