Familiares pedem liberdade de presos em operação contra o jogo do bicho

Nesta tarde (9), familiares de dois dos 16 detidos na operação da Polícia Militar que estourou a central do jogo do bicho em Muriaé, na terça-feira (6), realizaram um protesto pacífico, pedindo a liberdade dos acusados que, segundo eles, são inocentes. Assim como os demais, os dois seguem no presídio municipal, no Bairro Safira, sob a acusação de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Os parentes do mecânico aposentado José Ferreira e do caminhoneiro Pedro Antonio levaram cartazes e não causaram nenhum tipo de tumulto. O filho do mecânico contou à Rádio Muriaé que possui uma oficina vizinha ao local onde a operação aconteceu, e que seu pai, como de costume, o ajudava com o trabalho quando a PM chegou.

Os familiares fizeram questão de dizer que não estão contestando a ação da Polícia e, sim, pedindo a soltura de pessoas inocentes, que não teriam ligação com o jogo ou qualquer outra atividade ilegal.

Em entrevista à nossa reportagem, a irmã do mecânico, informou que o advogado que está cuidando do caso disse que o pedido de relaxamento de prisão está nas mãos do juiz, aguardando decisão. Ainda segundo ela, a família não entende o motivo pelo qual o aposentado não foi liberado: “Meu irmão trabalhou 35 anos na mesma empresa. É um homem honesto e estava ajudando o filho. A vida dele é de casa para o trabalho e do trabalho para casa. Nós estamos esperando, de pés e mãos atados”, desabafou.

A tia do caminhoneiro que também segue preso contou que o rapaz estava no local aguardando para carregar o caminhão e sair de viagem, e que a família está sofrendo muito: “O Pedro é trabalhador honesto, tem três filhos pequenos para cuidar. Nunca teve envolvimento com jogo do bicho, nem com nada” garantiu a tia.

Diante da situação inalterada, as famílias continuam angustiadas e com medo de que os dois homens tenham que passar o fim de semana no presídio.

 

Fonte : Radio Muriaé

Parceiro: Portal Carangola – Manhuaçu Notícia

 www.manhuacunoticia.com.br   e-mail:contato@manhuacunoticia.com.br

 

 

Marta Aguiar

Eu, Marta Rodrigues de Aguiar nasci em: 27/08/1958, sou funcionária pública, fui a primeira presidente do Conselho de Turismo, sou escritora e acadêmica da (ACLA), Academia de Ciências Letras e Artes de Manhuaçu-MG, Possuo cursos de Organização de Eventos, Secretariado Executivo, Informática, Designer Gráfico, (CorelDraw e PhotoShop), Cursando mais uma vez Designer Gráfico na Prepara com mais duas especializações. (CorewDraw, PhotoShop, PageMaker e InDesigner). Sou Repórter e Fotógrafo, trabalhei com Devair Guimarães no Jornal das Montanhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *