Campanha “Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida

Evento educativo na Praça Floriano Peixoto marcou a divulgação dos bons resultados

Um total de 26.474 veículos abordados e redução de 9,62% dos acidentes de trânsito com vítima em Belo Horizonte, no comparativo janeiro a agosto de 2011 com o mesmo período de 2012. Este é o resultado da campanha “Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida”, que há um ano e dois meses faz parte da rotina dos belo-horizontinos com a realização de blitze permanentes.

Os bons resultados foram comemorados nesta sexta-feira (14) na Praça Floriano Peixoto, em Belo Horizonte, durante evento educativo de conscientização dos riscos da mistura perigosa álcool e volante.

Durante a solenidade, o subsecretário de Promoção da Qualidade e Integração do Sistema de Defesa Social, Robson Lucas da Silva, destacou a importância do trabalho conjunto e articulado realizado pelas corporações do sistema de Defesa Social e também de entidades parceiras para o sucesso da campanha.

“Hoje fazemos essa singela homenagem como forma de retribuir a dedicação e o empenho de todos que têm se esforçado na realização da campanha da Lei Seca em Belo Horizonte. A nossa intenção é que a população, incluindo condutores e usuários das vias, se conscientize de que a combinação álcool e volante traz riscos para todos”, afirmou.

O subsecretário lembrou ainda os resultados exitosos da campanha, com a redução de acidentes e mortes no trânsito. “Convoco todos a se tornarem multiplicadores da campanha ‘Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida’, de modo a disseminar a importância de se cumprir a legislação e respeitar o direito à vida”, completou.

Comemoração em diversas ações

A comemoração aos bons resultados da campanha, realizada pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), em parceria com as Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, BHTrans e Polícia Rodoviária Federal, contou com diversas ações educativas.

Houve oficinas relacionadas ao projeto Transitolândia da Polícia Militar, exposição de carros batidos pela Polícia Civil, simulação de resgate pelo Corpo de Bombeiros, exibição de filmes pela Polícia Rodoviária Federal com dicas para uma direção segura e esclarecimento de dúvidas sobre utilização de estacionamento, infrações e Código de Trânsito Brasileiro (CTB) pela Guarda Municipal.

Estudantes de escolas públicas participaram das atividades e uma solenidade homenageou policiais civis, militares, bombeiros e guardas municipais que trabalharam nos 14 meses da campanha, contribuindo para a redução dos acidentes de trânsito. Presente no evento, o jovem Alex Francisco, de 30 anos, apoiou a iniciativa. “É um incentivo para as pessoas se conscientizarem de que não podem beber e dirigir. O risco de acidentes com vítimas fatais não é só para quem está dirigindo”, declarou.

Participaram ainda da solenidade o chefe do Estado Maior da Polícia Militar, Coronel Divino Pereira de Brito, o chefe do Estado Maior do Corpo de Bombeiros Militar, Coronel Ivan Gamaliel Pinto, o chefe do Departamento de Trânsito da Polícia Civil, delegado geral Oliveira Santiago, o superintendente regional da Polícia Rodoviária Federal em Minas, inspetor Davi Stanley Bonfim Dias, o comandante da Guarda Municipal de Belo Horizonte, Coronel Ricardo Belioni, o comandante do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, Tenente Coronel Roberto Lemos, dentre outras autoridades.

Resultados expressivos

Desde o lançamento da campanha, em 14 de julho de 2011, até o dia 13 de setembro de 2012, 2.015 motoristas foram autuados por embriaguez ao volante. Deste total, 1.489 receberam infração de trânsito por dirigirem com índice de álcool no sangue entre 0,14 e 0,33 mg/l ou por se recusarem a soprar o bafômetro, e outros 526 foram autuados por crime de trânsito, por dirigirem com nível de álcool no sangue acima de 0,34 mg/l. A grande maioria (91%) dos infratores são homens e a faixa de idade predominante é de 26 a 35 anos (40%). Todos eles perdem o direito de dirigir por um ano e pagam multa de R$ 957,50, sendo que os autuados por crime de trânsito são também processados conforme determina o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

De janeiro a agosto do ano passado, o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar registrou 11.339 acidentes com vítimas em Belo Horizonte. O número caiu para 10.249 no mesmo período deste ano, uma redução de 9,62%. A redução de acidentes é o principal objetivo da campanha “Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida”, criada pelo Governo de Minas.

Atualmente o “Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida” é realizado apenas em Belo Horizonte, com ações diárias, mas será, gradativamente, levado para a Região Metropolitana e para cidades do interior de grande porte, como Juiz de Fora, Uberlândia, Governador Valadares e Montes Claros. Em um terceiro momento, cerca de 40 cidades polo de Minas Gerais também receberão as ações.

 

Agência Minas

Postado por Marta Aguiar

Marta Aguiar

Eu, Marta Rodrigues de Aguiar nasci em: 27/08/1958, sou funcionária pública, fui a primeira presidente do Conselho de Turismo, sou escritora e acadêmica da (ACLA), Academia de Ciências Letras e Artes de Manhuaçu-MG, Possuo cursos de Organização de Eventos, Secretariado Executivo, Informática, Designer Gráfico, (CorelDraw e PhotoShop), Cursando mais uma vez Designer Gráfico na Prepara com mais duas especializações. (CorewDraw, PhotoShop, PageMaker e InDesigner). Sou Repórter e Fotógrafo, trabalhei com Devair Guimarães no Jornal das Montanhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *