Prefeitura entra na fase rígida de enfrentamento à Covid-19 a partir de sábado

Devido ao aumento de números de casos de contágio do novo coronavírus, o prefeito Odelmo Leão anunciou que a cidade está na fase rígida do Plano Municipal de Funcionamento das Atividades Econômicas a partir do próximo sábado (20). O comunicado foi feito durante coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (17), no Centro Administrativo, e contou com a presença de membros do Núcleo Estratégico do Comitê Municipal Enfretamento à Covid-19 e do Secretário de Saúde do Estado de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral.

O prefeito Odelmo Leão informou, também, que as atuais restrições de funcionamento do comércio e de venda de bebidas alcoólicas deliberadas no início deste mês serão prorrogadas até esta sexta-feira (19) e, neste ínterim, serão publicadas novas medidas mais rigorosas que passam a valer no dia 20 de fevereiro.

“Discutimos longamente as decisões que vamos tomar para a fase rígida. A decisão de entrar na fase mais restrita é uma tentativa de conter o contágio e amenizar as internações, porque a situação é grave. Como estamos presenciando uma falta de consciência coletiva, vamos ter que tomar uma atitude mais drástica para aumentar os índices de isolamento social. O sistema de saúde, tanto do público quanto privado, está no limite”, explicou o prefeito Odelmo Leão.

Ampliação do atendimento

Ainda durante a coletiva, o prefeito Odelmo Leão informou sobre a ampliação da capacidade de atendimento de pacientes com Covid-19 em Uberlândia. Serão abertos mais 10 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) no Hospital Municipal e 25 de enfermeira no Centro de Internação Missão Sal da Terra. A previsão é de que os leitos sejam ativados ainda nesta semana.

Atualmente, estão em operação no anexo do Hospital Municipal (Santa Catarina) 72 leitos de UTI e 37 leitos de enfermaria. Já na unidade do HM no bairro Jardim Botânico, são 30 leitos de UTI também destinados apenas para o tratamento da Covid-19. No Centro de Internação Missão Sal da Terra são 80 leitos de enfermaria.

Com a abertura dos novos leitos, o município passará a oferecer para o tratamento da Covid, 112 leitos de UTI e 142 de enfermaria. “Nesses onze meses, abrimos 112 UTIs. A função constitucional do município é a atenção primária, mas estamos fazendo um grande esforço para atender a média e alta complexidade, principalmente para o tratamento da Covid. Estamos no limite, e a população e a Universidade Federal precisam nos ajudar”, pontou Odelmo Leão.

Marta Aguiar

Eu, Marta Rodrigues de Aguiar nasci em: 27/08/1958, sou funcionária pública, fui a primeira presidente do Conselho de Turismo, sou escritora e acadêmica da (ACLA), Academia de Ciências Letras e Artes de Manhuaçu-MG, Possuo cursos de Organização de Eventos, Secretariado Executivo, Informática, Designer Gráfico, (CorelDraw e PhotoShop), Cursando mais uma vez Designer Gráfico na Prepara com mais duas especializações. (CorewDraw, PhotoShop, PageMaker e InDesigner). Sou Repórter e Fotógrafo, trabalhei com Devair Guimarães no Jornal das Montanhas.