JEM Manhuaçu: definida tabela do Handebol

Manhuaçu

– Definidas as participações e o modelo de disputa dos Jogos Estudantis Municipais (JEM) Manhuaçu na modalidade Handebol. A decisão foi tomada durante congresso técnico realizado no dia 15 de julho. Doze escolas se inscreveram para participar do módulo 1 masculino e seis para o modulo 1 feminino. No módulo 2 masculino são sete escolas inscritas, enquanto que quatro participam do módulo 2 feminino.

Veja o regulamento e os grupos definidos para essa competição.

Art. 1o – A competição de handebol dos Jogos Escolares Municipais JEM/2014 obedecerá às Regras Oficiais da CBHB, observando-se as adaptações deste Regulamento.

Art. 2o – Cada escola participará, obrigatoriamente, com um mínimo de 7 (seis) e um máximo de 14 (doze) alunos-atletas e 1 (um) professor ou técnico responsável por módulo e naipe.

Art. 3o – Os jogos serão disputados no módulo I em 2 (dois) tempos de 10 (dez) minutos, e intervalo de 3 (três) minutos entre os 1o e 2o tempo.

No módulo II, os jogos serão disputados em 2 (dois) tempos de 10 (dez) minutos, com intervalo de 3 (três) minutos entre o 1o e 2o tempo.

a) A substituição será de acordo com a necessidade, cabe ao professor adequar diante da necessidade.

 O sistema de marcação será de acordo com o técnico da equipe.

b) As substituições não são obrigatórias.

c) Em caso de empate nas fases de mata-mata, quartas de final, semifinal ou final, as equipes executarão alternadamente uma série de 3 (três) tiros de 7 metros, executados por alunos- atletas diferentes. Persistindo ainda o empate, após um novo sorteio, as equipes executarão, alternadamente, 1 (um) tiro de 7 metros executado por aluno-atleta que ainda não o tenha feito, até que haja um vencedor.

d) Os alunos-atletas que ainda não tenham completado o término da sua exclusão, no tempo normal, poderão realizar as cobranças de tiros de 7 (sete) metros.

Nota 4 – E todos os alunos-atletas deverão estar presentes e documentados para o início do Art. 4o – A reunião técnica, de participação obrigatória para os representantes, será realizada em data e local previamente estabelecido pela Comissão Organizadora. A ausência acarretará na eliminação da escola na modalidade.

Art. 5o – A bola de jogo será definida pela Comissão organizadora.

Art. 6o – Os árbitros definidos pela Comissão Organizadora serão responsáveis pela direção dos Art. 7o – Até 30 (trinta) minutos antes da hora marcada para o início de cada partida, as equipes deverão comparecer uniformizadas ao local. Os responsáveis deverão identificar-se ao representante da arbitragem, munidos da relação nominal de seus alunos-atletas e respectivos documentos.

Art. 8o – Os uniformes deverão obedecer aos seguintes critérios:

 Camisas de mesma cor predominante, numeradas nas costas e/ou na frente;

 Os goleiros NÃO têm que estar com as camisas da mesma cor predominante;

 O goleiro pode optar em utilizar calça esportiva ou short, não sendo obrigatória a numeração em ambos.

 Meias e tênis.

Parágrafo Único: não será permitido jogar com piercing, brinco, colar, presilha ou qualquer outro objeto que ponha em risco a integridade física dos alunos-atletas. O uso de óculos só será permitido com autorização por escrito do responsável pelo aluno-atleta, entregue à equipe de arbitragem, antes do início da partida.

Art. 9o – No banco de reservas poderão ficar, além dos alunos-atletas inscritos na partida, o professor ou técnico responsável, um assistente técnico e no máximo 1 (um) acompanhante, previamente cadastrado no site e portando documento de identidade, que também estará sujeito às penalidades.

Art. 10 – Cumprirá suspensão automática o aluno-atleta ou dirigente que for desqualificado da partida, mediante relatório do árbitro.

Art. 11 – Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenação Técnica-Geral.

ART.12 – Será considerado WxO (desclassificação por não comparecimento) no caso do não comparecimento de uma ou mais equipes que não comparecerem no horário previsto da tabela da competição, sedo que:

1- Só será aceito atraso no primeiro jogo do dia, durante os 15 primeiros minutos.

Secretaria de Comunicação Social de Manhuaçu – Manhuaçu Notícia

 

Marta Aguiar

Eu, Marta Rodrigues de Aguiar nasci em: 27/08/1958, sou funcionária pública, fui a primeira presidente do Conselho de Turismo, sou escritora e acadêmica da (ACLA), Academia de Ciências Letras e Artes de Manhuaçu-MG, Possuo cursos de Organização de Eventos, Secretariado Executivo, Informática, Designer Gráfico, (CorelDraw e PhotoShop), Cursando mais uma vez Designer Gráfico na Prepara com mais duas especializações. (CorewDraw, PhotoShop, PageMaker e InDesigner). Sou Repórter e Fotógrafo, trabalhei com Devair Guimarães no Jornal das Montanhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.