Funcionários da saúde lotam a Câmara em protesto a carga horária de trabalho

Manhuaçu

– Hoje as 09h da manhã, dia 04 de junho, em mais uma sessão ordinária recebeu funcionários de saúde representados por Nelson Jacó de Abreu que faz parte do Conselho de Saúde de Manhuaçu.

Mesmo sob uma suposta ameaça de terém o dia de serviço cortado, os funcionários não deixaram de ir. A casa do povo estava lotada, Nelson após expor o problema, solicitou aos vereadores apoio para que não deixem que o Decreto do Executivo se torne realidade; além de solicitar que o servidor da saúde tem direito a receber insalubridade por estar todos os dias colocando suas vidas em risco, estando sempre em contado com vários tipos de doenças podendo ser infectados, por unanimidade os vereadores se comprometeram não só abortar, mas também a trancar a pauta caso o Executivo insista com Decreto. Para o possível corte no ponto do dia de serviço, eles deixaram bem claro e registrado em pauta que não irão votar e aprovar os projetos que a Administração enviar a Casa Legislativa.

Ficou decidido que será formada uma comissão para que ainda esta semana se reúna com o Executivo para que seja resolvida esta questão. Também foi levantado o fato de alguns funcionários estarem sendo perseguidos e ameaçados por um determinado secretário que no passado se disse estar sendo perseguido pela Administração que hoje segundo Fernando do Foro se transformou no algoz, está agindo da mesma forma que segundo o secretário fizeram com ele.

Esclareceram que a carga horária exercida já tem mais de 22 anos, porque o Executivo na época alegou não ter recursos para reajustar o salário decidiu então pela redução da carga horária que era de 08h para 06h, porém, isso foi um acordo verbal que o vereador Fernando classifica de acordo de fato, por estar em vigor até hoje, mas de acordo com o Legislativo, precisa-se que seja criado um plano de carga de carreira e salário para estar assim regulamentando a situação do funcionalismo público. Dentre todos os vereadores indignados com o suposto DECRETO, alguns deles se pronunciaram, Gilsinho,Eli de Abreu, Fernando do Foro, Paulo Altino e Linhares, relatando que a cada gestão o funcionalismo sempre sai prejudicado citando alguns Executivos do passado, mas o mais lembra foi o Ex prefeito Mario Assad.

Eli Disse: “prefeito olha para mim, sou pequeno, mas sou homem, não tem que brigar comigo não, nem que brigar com eles, é só fazer o certo que estaremos com o Senhor”. Concluiu o vereador Eli de Abreu

 

Marta Aguiar – Manhuaçu Notícia

 

Marta Aguiar

Eu, Marta Rodrigues de Aguiar nasci em: 27/08/1958, sou funcionária pública, fui a primeira presidente do Conselho de Turismo, sou escritora e acadêmica da (ACLA), Academia de Ciências Letras e Artes de Manhuaçu-MG, Possuo cursos de Organização de Eventos, Secretariado Executivo, Informática, Designer Gráfico, (CorelDraw e PhotoShop), Cursando mais uma vez Designer Gráfico na Prepara com mais duas especializações. (CorewDraw, PhotoShop, PageMaker e InDesigner). Sou Repórter e Fotógrafo, trabalhei com Devair Guimarães no Jornal das Montanhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *