Projeto de fortalecimento da vigilância em saúde

MANHUAÇU:

– CMS APROVA – Canil, problemas nas unidades de saúde e vários temas foram

discutidos pelos conselheiros de saúde

Foi apresentado ao Conselho Municipal de Saúde de Manhuaçu (CMS), na

quarta-feira, 08/05, o Projeto de Fortalecimento da Vigilância em Saúde que

engloba os setores de Vigilância Sanitária, Ambiental, Epidemiológica e de

Saúde do Trabalhador. As dúvidas dos conselheiros foram esclarecidas e

o Projeto aprovado. Os demais temas abordados na reunião do CMS foram

a implantação de mais uma equipe do Núcleo de Apoio a Saúde da Família

(NASF), problemas nas unidades de saúde, canil municipal, construções da

Secretaria de Saúde e vários outros assuntos.

MAIS UMA EQUIPE DE NASF

Os conselheiros aprovaram a implantação de mais uma equipe de NASF

(Núcleo de Apoio a Saúde da Família), em Manhuaçu. O número passará de

duas para três equipes que dividirão os atendimentos na cidade e na zona rural.

Com uma nova logística, o atendimento será estendido às comunidades

rurais sem a necessidade de aquisição de outro veículo.

VETERINÁRIO PARA O CANIL

Conforme o secretário de Saúde, Dr. Gullivert de Oliveira, com a contratação

de um médico veterinário, após autorização da Câmara de Vereadores, o

canil voltará a recolher, tratar, castrar e colocar chip nos animais.

Com isso, a tendência é o problema diminuir, entretanto, após passarem pelo canil, os

animais que não são resgatados ou adotados, são novamente devolvidos às ruas.

Somente são sacrificados animais doentes. O conselheiro João Batista

sugeriu a criação de um cadastro de proprietários para responsabilização

RELATÓRIO DE GESTÃO

A secretária do CMS, Elisabeth Marçal, informou que Manhuaçu está

participando da discussão do Relatório de Gestão de Saúde de Minas Gerais, em Belo Horizonte,

também estará presente no Seminário de Atenção.

Primária a Saúde nos próximos dias. Ainda conforme a secretária, o Governo

de Minas liberará R$ 180.000.000,00 para investimentos na saúde, daí

a necessidade de uma fiscalização constante por parte dos conselheiros de saúde.

Ainda com relação a investimentos, o CMS deve estar atento à aplicação dos

recursos do ProHosp – Programa de Fortalecimento dos hospitais públicos, do qual participa

o Hospital César Leite (HCL), sendo referência no estado.

 COBRANÇAS JUNTO À SECRETARIA – FARMÁCIA DO SUS

Foram enviados ofícios cobrando respostas sobre assuntos discutidos pelo CMS.

Sobre problemas na construção da farmácia, anexo ao CAPS AD, denunciados pelo conselheiro

Renato Miranda, a Secretaria de Saúde respondeu que no momento a prefeitura está sem engenheiro

disponível para fazer as devidas verificações, mas que uma alternativa está sendo

estudada para resolver a situação. A comissão de fiscalização esteve na

obra e confirmou que há problemas na edificação. Os conselheiros Nelson de Abreu, Custódio

e Raimundo Ferreira, consideraram um absurdo as falhas na construção e a falta de um engenheiro

da prefeitura para dar um parecer.

SÃO PEDRO DO AVAÍ

O conselheiro Jadir, de São Pedro do Avaí, relatou mais uma vez como está

a sede da unidade de saúde do distrito. O local apresenta mofo e outros

problemas que já passaram da hora de ser resolvidos, cobra o conselheiro.

Ainda em São Pedro do Avaí, outro problema tem sido o depósito de lixo atrás

do campo de futebol. Os garis colocam o material recolhido das ruas neste

local e o SAMAL demora muito para fazer o transporte. O problema é grave e

precisa ser resolvido, disse Jadir, afinal o município fiscaliza o que é privado,

mas é moroso diante dos problemas sob sua responsabilidade.

SACRAMENTO

Nelson de Abreu e Raimundo Ferreira esclareceram um mal entendido que

houve em Sacramento. Ambos explicaram que não impediram a Secretaria

de Obras de fazer um dreno no terreno da unidade de saúde, apesar de

não concordarem com a forma como estava sendo feita. O pedido partiu de

um dos proprietários de um terreno anexo à unidade de saúde que sentiu

prejudicado com os serviços realizados por uma retro-escavadeira da prefeitura

de Manhuaçu.

NOSSA SENHORA APARECIDA

Custódio Ferreira disse que a unidade de saúde do bairro Nossa Senhora

Aparecida precisa de reforço no atendimento, pois a demanda tem aumentado

consideravelmente. O conselheiro voltou a reclamar mais uma vez da grande

quantidade de animais soltos no bairro, aumentando o risco da transmissão de

 DENÚNCIA NO COAMMA

Outro assunto abordado tratou de uma denúncia na reunião do Conselho

das Associações de Moradores de Manhuaçu – COAMMA. Uma das

participantes denunciou o excesso de distribuição de receitas com prescrição

de medicamentos controlados. O secretário Dr. Gullivert de Oliveira informou

que todas as denúncias são acolhidas pela Secretaria de Saúde, mas é bom

que sejam escritas para as devidas apurações.

 ATENDIMENTO NA UPA

 O Conselho de Saúde recebeu denúncia de que alguns médicos da Unidade de

Pronto Atendimento (UPA), utilizam as redes sociais (Facebook, MSN, Skype,

etc.), durante o trabalho, acarretando atraso no atendimento aos pacientes.

Em resposta, a Secretaria de Saúde informou que proibiu estes acessos

durante o expediente de trabalho. Os infratores que infligirem a determinação

poderão ser punidos.

FISIOTERAPIA

Após o pedido de contratação de mais profissionais para o setor de fisioterapia

da Secretaria de Saúde, sob alegação de que o atendimento é insuficiente

diante da atual demanda, uma comissão do CMS fez levantamentos e apurou

que o setor não cumpre a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde,

tendo optado por atender um número menor de pacientes com a garantia

de mais qualidade.

volte a atender conforme preconização do Ministério da Saúde. Somente

após o cumprimento por parte do setor, a comissão voltará a analisar novas

Diante da situação, a comissão solicitou ao setor que

contratações. Ainda foi solicitado ao setor que sejam relacionados quais

aparelhos e materiais precisam ser adquiridos pela Secretaria de Saúde para

otimizar o atendimento dos pacientes.

Assessoria do CMS – Luiz Nascimento – Manhuaçu Notícia

Marta Aguiar

Eu, Marta Rodrigues de Aguiar nasci em: 27/08/1958, sou funcionária pública, fui a primeira presidente do Conselho de Turismo, sou escritora e acadêmica da (ACLA), Academia de Ciências Letras e Artes de Manhuaçu-MG, Possuo cursos de Organização de Eventos, Secretariado Executivo, Informática, Designer Gráfico, (CorelDraw e PhotoShop), Cursando mais uma vez Designer Gráfico na Prepara com mais duas especializações. (CorewDraw, PhotoShop, PageMaker e InDesigner). Sou Repórter e Fotógrafo, trabalhei com Devair Guimarães no Jornal das Montanhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.