Minas Gerais adere à ação em benefício de catadores de resíduos

Governador Antonio Anastasia anuncia decisão e destaca ações pela dignidade desses profissionais

O Governo de Minas vai aderir à ação de fomento a empreendimentos econômicos solidários e redes de cooperação atuantes com resíduos sólidos constituídas por catadores e catadoras de materiais reutilizáveis e recicláveis, do Governo Federal. O programa está em consonância com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, que, entre outros objetivos, prevê o fechamento de todos os lixões até 2014.

Ao anunciar a adesão, nesta quinta-feira (25), o governador Antonio Anastasia destacou os avanços alcançados em Minas Gerais com relação à meta. “Em 2014, nós vamos poder anunciar, em alto e bom som, que o Brasil cumpriu a lei federal, e que, em Minas e nos outros estados, não teremos mais lixões, mas, sim, dignidade dos catadores”, afirmou o governador.

Levantamento realizado pelo Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR) indica que, dos 350 municípios mineiros que já acabaram com lixões, 184 adotaram programas de coleta seletiva e inclusão produtiva dos catadores, e 19 estão em processo de implantação. Até dezembro, a previsão é extinguir lixões em outros 49 municípios – 17 no Vale do Jequitinhonha, 15 na Região Metropolitana de Belo Horizonte, 11 no Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba e seis no Noroeste do Estado.

Na última segunda-feira (22), durante a abertura do 11º Festival Lixo e Cidadania, em Belo Horizonte, o governador anunciou que Minas Gerais será, a partir de dezembro próximo, o primeiro estado brasileiro a pagar a Bolsa Reciclagem, uma remuneração às associações e cooperativas de catadores de materiais recicláveis pelos serviços ambientais prestados.

“Ao fazermos o pagamento da Bolsa Reciclagem, estamos, tão somente, reconhecendo o trabalho realizado por centenas e milhares de pessoas, que, com seu suor e seu empenho, estão modificando o panorama das nossas cidades, com muita dignidade, muito esforço, mas, sobretudo, com muita dedicação. Por isso, nós só podemos agradecer, e de maneira muito singela e modesta, retribuir um pouco através do pagamento desse benefício, dessa bolsa”, ressaltou Anastasia.

 

Agência Minas

Postado por Marta Aguiar

Marta Aguiar

Eu, Marta Rodrigues de Aguiar nasci em: 27/08/1958, sou funcionária pública, fui a primeira presidente do Conselho de Turismo, sou escritora e acadêmica da (ACLA), Academia de Ciências Letras e Artes de Manhuaçu-MG, Possuo cursos de Organização de Eventos, Secretariado Executivo, Informática, Designer Gráfico, (CorelDraw e PhotoShop), Cursando mais uma vez Designer Gráfico na Prepara com mais duas especializações. (CorewDraw, PhotoShop, PageMaker e InDesigner). Sou Repórter e Fotógrafo, trabalhei com Devair Guimarães no Jornal das Montanhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *