Caus, no trânsito em Manhuaçu

O número de veículos no centro de Manhuaçu é enorme, nos horários mais críticos, que são de manhã, quando todos estão indo para o trabalho, na hora do almoço, e à tarde quando todos voltam do trabalho.

Os pedestres arriscam a vida diariamente, principalmente nos sinais que dão preferência para os veículos que estão no cruzamento, isso acontece dentro da cidade.

Na BR que corta Manhuaçu, a coisa não é diferente; o semáforo não funciona, quando funciona, mesmo assim o pedestre não tem vez. Quando alguns motoristas conscientes percebem os pedestres ali parados esperando para atravessar, param, mas outros já não estão nem ai.

A tendência é que o fluxo de veículo continue aumentando, as pessoas responsáveis pelo município assistem a tudo isso de braços cruzados; gastá-se horrores de dinheiro em obras  desnecessárias, como: arrancar asfalto e colocar bloquetes, reestruturar praças e etc.

Que Manhuaçu fica mais bonito com essas obras ninguém pode negar, mas será que não existem outras prioridades? A vida humana por exemplo.

Falasse em anel rodoviário, em passarelas, mas entra ano e sai ano e ninguém faz nada. Que essas obras são cara, não resta à menor duvida, mas será que o dinheiro gasto na Praça Cesar Leite não daria para construir pelo menos uma passarela?

Será que o dinheiro gasto com bloquetes e a Praça Cesar Leite juntos não daria para dar um bom inicio ao anel rodoviário?

Os políticos são eleitos pelo povo, para trabalhar para o povo, mas depois de eleitos esquecem que o povo é o seu patrão.

 

Marta Aguiar

Eu, Marta Rodrigues de Aguiar nasci em: 27/08/1958, sou funcionária pública, fui a primeira presidente do Conselho de Turismo, sou escritora e acadêmica da (ACLA), Academia de Ciências Letras e Artes de Manhuaçu-MG, Possuo cursos de Organização de Eventos, Secretariado Executivo, Informática, Designer Gráfico, (CorelDraw e PhotoShop), Cursando mais uma vez Designer Gráfico na Prepara com mais duas especializações. (CorewDraw, PhotoShop, PageMaker e InDesigner). Sou Repórter e Fotógrafo, trabalhei com Devair Guimarães no Jornal das Montanhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.