Ato de covardia poderia terminar em tragédia em Matipó

Um verdadeiro ato de covardia! Não há definição melhor para o episódio da noite desta sexta-feira 24 de agosto de 2012.

Era pouco mais de 21:00h, quando um grupo de militantes que apoiam a candidatura à reeleição do prefeito Fábio Henrique Gardingo realizava uma manifestação no centro da cidade, até aí nada de anormal, pois havia também uma certa manifestação de um grupo de simpatizantes que aderiram a candidatura de Valtinho Diretor em um outro ponto de Matipó.

Porém o clima de festa de ambas as chapas, foi interrompido quando o primeiro grupo se dirigiu para a lanchonete de propriedade do Sr. Joaquim Bifano Magalhães (conhecido como Joaquim do Nenego), ex-prefeito de Matipó. Joaquim estava no momento com sua esposa Rita, dois funcionários e seu sobrinho Júlio Cesar, em pleno horário de funcionamento e foram brutalmente pressionados para dentro da lanchonete, além de tentativas de agressões, diversas provocações e insinuações foram feitas ao ex-prefeito e a ex-primeira dama do município de Matipó, que tiveram grande dificuldade para se defenderem.

O ocorrido despertou a atenção para a popularidade de Joaquim do Nenego, que mesmo após quase 04 anos afastado das atividades políticas de Matipó, por questões particulares, o “cabeludo” como é carinhosamente conhecido atraiu uma multidão de pessoas que se deslocaram até a lanchonete para o defender e incansavelmente gritavam o seu nome.

A Polícia Militar foi acionada, compareceu ao local e foi necessário tiros de borracha para conter a multidão, duas pessoas foram atingidas, apesar dos ferimentos, ambas se recuperam bem. De forma alguma critico a ação da Polícia, pois não restava outra atitude a não ser usar a força para inibir o povo.

Já é do conhecimento de todos, a folclórica política de Matipó, a grande rivalidade entre “Canela Riscada” e “Cacunda de Gato, rivalidade muito além de um Brasil e Argentina ou de um Cruzeiro e Atlético. A paixão destes dois grupos chega a surpreender a muitos. Paixão que já se tornou em tragédia, paixão que já se transformou em ódio e que já derramou sangue de pessoas inocentes, ódio que já fez a Avenida Salvador Sabino se transformar em Praça de Guerra. Nossa primeira pergunta é a seguinte: Até onde vale a pena esta rivalidade?

 As eleições de Matipó tinha tudo para caminhar de forma pacífica, sem confusões, apenas pequenas provocações, tanto de um lado quanto de outro. Até que funcionários começam a ser demitidos, empregos começaram a surgir, tudo normal, pois assim é Matipó em período eleitoral, o cidadão perde o direito de ir e vir, perde o direito de sua livre opinião e expressão.

Mas invadir o estabelecimento comercial de um cidadão que estava trabalhando em um ambiente familiar para agredir verbalmente e fisicamente a ele e sua família, já é um absurdo, chega a ser vergonhoso por parte de quem o fez. E é sobre esta crítica que eu deixo minha segunda pergunta: Não seria melhor cada um ficar reunido em seu canto?

É lamentável esta situação, pois, isso mostra total descontrole, sem a mínima necessidade. E esperamos que a paz possa prevalecer em nossa cidade nos próximos dias, pois antes mesmo de qualquer amor a algum partido político, temos familiares, amigos, pessoas que amamos de ambos os lados e é isso que deveria prevalecer.

Irineu Costa – Matipó News em parceria com Marta Aguiar-Manhuaçu Notícia

Os comentários dos leitores são de responsabilidade dos próprios e podem não corresponder à opinião do autor do site. Os comentários são abertos ao público em geral, mas são moderados. Caso as mensagens sejam inadequadas, com conteúdo ofensivo ou com spam ou publicidade não pertinente aos interesses dos leitores, o comentário poderá ser excluído.

Marta Aguiar

Eu, Marta Rodrigues de Aguiar nasci em: 27/08/1958, sou funcionária pública, fui a primeira presidente do Conselho de Turismo, sou escritora e acadêmica da (ACLA), Academia de Ciências Letras e Artes de Manhuaçu-MG, Possuo cursos de Organização de Eventos, Secretariado Executivo, Informática, Designer Gráfico, (CorelDraw e PhotoShop), Cursando mais uma vez Designer Gráfico na Prepara com mais duas especializações. (CorewDraw, PhotoShop, PageMaker e InDesigner). Sou Repórter e Fotógrafo, trabalhei com Devair Guimarães no Jornal das Montanhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *