Câncer, doença sorrateira e devastadora

O país e o mundo vivenciaram tempos difíceis com epidemia da corona vírus, (Covid 19).

Desce o início de 2020, só se ouve falar desse vírus que deixou milhares de famílias órfãs de pai, mãe, avós, filhos e etc. No entanto existem vários outros tipos de doenças que durante esse período ficaram esquecidas e uma delas é o Câncer que mata da forma mais cruel.

O Câncer quando diagnosticado no início as chances de recuperação são maiores, mas como é uma doença traiçoeira, age sorrateiramente, as pessoas levam uma vida normal sem sentir nada por muitos anos, quando aparece os sintomas ele já espalhou. Qualquer que seja a doença traz consigo um sofrimento enorme para o paciente e familiares, mas em se tratando do Câncer, o sofrimento é tamanho quando ele atinge vários órgãos, o que chamam de metástase, que se torna um alivio para ambas as partes quando o paciente vem a óbito. Só quem vive e convive ou conviveu com paciente e familiares de pessoas acometidas com essa enfermidade tem noção do quanto é desesperador.

Marta Aguiar

Eu, Marta Rodrigues de Aguiar nasci em: 27/08/1958, sou funcionária pública, fui a primeira presidente do Conselho de Turismo, sou escritora e acadêmica da (ACLA), Academia de Ciências Letras e Artes de Manhuaçu-MG, Possuo cursos de Organização de Eventos, Secretariado Executivo, Informática, Designer Gráfico, (CorelDraw e PhotoShop), Cursando mais uma vez Designer Gráfico na Prepara com mais duas especializações. (CorewDraw, PhotoShop, PageMaker e InDesigner). Sou Repórter e Fotógrafo, trabalhei com Devair Guimarães no Jornal das Montanhas.