Em Madri, 60 mil vão às ruas em marcha contra o aborto

– Cerca de 60 mil pessoas convocadas por diversas associações pró-vida exigiram hoje (22), em Madri, do presidente Mariano Rajoy, que cumpra a promessa eleitoral e “erradique” o aborto da legislação espanhola.

Sob o lema “Cada vida conta”, a marcha partiu ao meio-dia (9h no Brasil) da Praça Ruiz Giménez até a Praça Colón, em Madri, num ambiente festivo que só foi interrompido quando a marcha chegou à sede do Partido Popular – partido no poder, na Rua Gênova, onde se ouviram apitos e vaias.

No final do percurso, o presidente do Fórum da Família, Benigno Blanco, pediu ao executivo que “erradique” o aborto das leis que o incentivam e recordou que os manifestantes não são “cativos” de ninguém e que o seu voto apenas “é prisioneiro” dos seus ideais. Assim, exigiu do governo que revogue a atual lei do aborto.

“A sociedade saberá recompensá-lo com o voto”, disse, advertindo que se não o fizer, haverá mais manifestações. Neste sentido, Blanco apelou aos manifestantes – cerca de 60 mil, segundo a polícia nacional, e 1,4 milhões, segundo os organizadores – para que compareçam na marcha do próximo dia 14 de março contra o aborto e a favor da vida.

Agência Brasil – Manhuaçu Notícia

Marta Aguiar

Eu, Marta Rodrigues de Aguiar nasci em: 27/08/1958, sou funcionária pública, fui a primeira presidente do Conselho de Turismo, sou escritora e acadêmica da (ACLA), Academia de Ciências Letras e Artes de Manhuaçu-MG, Possuo cursos de Organização de Eventos, Secretariado Executivo, Informática, Designer Gráfico, (CorelDraw e PhotoShop), Cursando mais uma vez Designer Gráfico na Prepara com mais duas especializações. (CorewDraw, PhotoShop, PageMaker e InDesigner). Sou Repórter e Fotógrafo, trabalhei com Devair Guimarães no Jornal das Montanhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *