Obama defende “mudança” social para diminuir portes de armas

Washington

– O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, defendeu hoje uma “mudança” social que torne o país “mais seguro”, ao recordar a data do tiroteio em uma escola, no ano passado, quando morreram 20 crianças e seis adultos.

“Ainda não fizemos o suficiente para que as nossas comunidades e o nosso país sejam mais seguros. Temos de fazer mais para evitar que as pessoas perigosas possam conseguir uma arma tão facilmente”, disse Obama na sua mensagem semanal, dedicada hoje a tragédia da Escola Sandy Hook, de Newtown.

No dia 14 de dezembro de 2012, aquela localidade “pacífica e tranquila foi atingida por uma violência indescritível”, lembrou, considerando que “a verdadeira mudança” não virá dos políticos em Washington, mas sim “do povo norte-americano”. Tragédias como a de Newtown “devem acabar e para acabar com elas é preciso mudar”, insistiu Obama.

Há um ano o jovem de 20 anos com problemas mentais, Adam Lanza, matou em dez minutos, com armas semiautomáticas, 20 crianças e seis adultos da escola primária Sandy Hook, naquela localidade de Connecticut.

Agência Lusa – Manhuaçu Notícia

Marta Aguiar

Eu, Marta Rodrigues de Aguiar nasci em: 27/08/1958, sou funcionária pública, fui a primeira presidente do Conselho de Turismo, sou escritora e acadêmica da (ACLA), Academia de Ciências Letras e Artes de Manhuaçu-MG, Possuo cursos de Organização de Eventos, Secretariado Executivo, Informática, Designer Gráfico, (CorelDraw e PhotoShop), Cursando mais uma vez Designer Gráfico na Prepara com mais duas especializações. (CorewDraw, PhotoShop, PageMaker e InDesigner). Sou Repórter e Fotógrafo, trabalhei com Devair Guimarães no Jornal das Montanhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *