França espera relatório para decidir sobre prazo para ajuste fiscal grego

 O presidente francês, François Hollande, disse que a Grécia deve provar a “credibilidade” dos seus compromissos e que a Europa deve “ter consciência de tudo o que foi já feito” por Atenas. Hollande teve um encontro hoje em Paris com o primeiro-ministro grego, Antonis Samaras.

Assim como já disse a chanceler alemã, Angela Merkel, Hollande prefere aguardar o relatório da troika (União Europeia, FMI e Banco Central Europeu) sobre a situação da economia grega (previsto para o fim de setembro) para discutir a flexibilização do programa de ajuste fiscal grego.

Enquanto isso, “a Grécia deve fazer prova da credibilidade do seu programa e dos seus compromissos”, disse Hollande. O francês defende que a Grécia continue a ter o euro como moeda. “Devemos fazer com que a questão da permanência da Grécia na zona do euro não se ponha mais. Porque, para mim, esta questão não se coloca. A Grécia faz parte da zona do euro, deve permanecer aí”, acrescentou.

A Grécia vai “ter sucesso, vai permanecer na zona do euro”, garantiu o primeiro-ministro grego, Samarras, afirmando que há desejo de “alguns” de continuar “a especular” contra o seu país.

Samaras foi a Paris tentar negociar um prazo suplementar de dois anos, até 2016, para equilibrar as contas do país. Pelo mesmo motivo, o primeiro ministro esteve sexta-feira em Berlim. “Não queremos mais dinheiro, queremos mais tempo para respirar”, disse, ao lado da chanceler alemã.

Os emissários da troika irão a Atenas quinta-feira (30) para avaliar a economia grega e preparar o relatório. Para receber a cota de empréstimo da União Europeia (€ 31,3 milhões), a Grécia deverá ter feito cortes de despesas que equivalem a € 11,5 milhões.

A poupança forçada fez o governo elevar a idade mínima de aposentadoria (68 anos); reduzir em 20% as aposentadorias; e desencadear programa de privatizações que fechará 40 mil postos de trabalho em empresas estatais. O desemprego na Grécia já atinge 23% da população.

 

 

Agência Brasil

Marta Aguiar

Eu, Marta Rodrigues de Aguiar nasci em: 27/08/1958, sou funcionária pública, fui a primeira presidente do Conselho de Turismo, sou escritora e acadêmica da (ACLA), Academia de Ciências Letras e Artes de Manhuaçu-MG, Possuo cursos de Organização de Eventos, Secretariado Executivo, Informática, Designer Gráfico, (CorelDraw e PhotoShop), Cursando mais uma vez Designer Gráfico na Prepara com mais duas especializações. (CorewDraw, PhotoShop, PageMaker e InDesigner). Sou Repórter e Fotógrafo, trabalhei com Devair Guimarães no Jornal das Montanhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *