quarta-feira, 18 de setembro de 2019
Manhuaçu Notícia – Notícias e informação de Manhuaçu e Região

Manhumirim realiza reunião para tratar da situação epidemiológica do sarampo

Marta Aguiar 16 de agosto de 2019 Região

Por Antonio Rodrigues

Sugerir estratégias para o manejo e ações de bloqueio de casos de sarampo na região. Esse foi o principal foco da reunião realizada na manhã desta quinta-feira (15/08), no auditório da Gerência Regional de Saúde de Manhumirim.

O encontro reuniu coordenadores de imunização e coordenadores de atenção primária dos 34 municípios atendidos pela GRS, além de profissionais envolvidos nas ações de atenção à saúde, prevenção e controle da doença.

O diretor da GRS Manhumirim, Juliano Estanislau Lacerda, abriu o encontro destacando que o sarampo é uma doença imunoprevinível e falou da importância dessa imunização no território. “A Regional de Saúde oferece além dos imunobiológicos, todo apoio de capacitação e logística necessários ao bom desempenho das equipes municipais, que são os responsáveis pela execução das ações. E extremamente positiva a presença de todos nessa reunião, que tem como objetivo induzir a melhor cobertura vacinal no território”, explicou Juliano.

Para o coordenador do Núcleo de Epidemiologia da GRS, Ernesto Grillo,  embora as ações de vacinação e controle do sarampo ocorreram de forma rotineira, “passamos por um momento de alerta, e com isso é necessário intensificarmos as ações de prevenção, conscientizando a população da necessidade e importância de imunizar o publico alvo, e assim  aumentar nossa cobertura vacinal, além de habilitar os profissionais dos municípios para o  diagnóstico correto e precoce do sarampo”, detalhou o coordenador.
Conforme os dados mais recentes apresentados pelo Núcleo de Atenção Primária da GRS, que também participou da reunião, o sarampo já circula em Minas Gerais. De acordo com o último boletim da SES-MG, 80 casos foram notificados somente em Belo Horizonte e 4 casos já foram confirmados  em diferentes regionais do Estado.

Principais recomendações
Na oportunidade, a referência técnica em imunização da GRS, Grace de Oliveira, lembrou que o sarampo é uma doença viral aguda, extremamente contagiosa e com potencial para ser grave. “O sarampo é bastante comum na infância, no entanto, também pode acometer pessoas em qualquer idade. Nossa preocupação é que alguns profissionais de saúde jamais atenderam a um caso de sarampo e por isso a necessidade de apresentarmos alguns dados e informações que possam colaborar no diagnóstico rápido”, destacou.

Grace também detalhou os principais sintomas do sarampo e as complicações que podem vir com a doença. “Para os profissionais, nossa orientação é que seja feita imediatamente a notificação de todo e qualquer suspeita de sarampo, independentemente da idade e da situação vacinal anterior”, completou.

Comunicação Social GRS Manhumirim

Gostou? Então compartilhe!

----