sábado, 16 de dezembro de 2017
Manhuaçu Notícia – Notícias e informação de Manhuaçu e Região

Palestra sobre saúde no B. Ponte da Aldeia

Marta Aguiar 24 de novembro de 2017 Região

Manhuaçu

Por Thomaz Júnior

-As recentes mobilizações em Saúde desenvolvidas em todo o país, direcionadas especialmente à mulher e ao homem, com as campanhas ‘outubro rosa’ e ‘novembro azul’, motivaram palestra especial no Bairro Ponte da Aldeia, esta semana.

Na noite de segunda-feira, o médico Dr. Fábio Araújo de Sá esteve reunido com a comunidade, no salão da Igreja 1ª Assembleia de Deus, apresentando informações importantes sobre prevenção ao câncer de mama e de colo de útero e ao câncer de próstata.

O momento foi muito bem aproveitado pelas famílias presentes que, na ocasião, esclareceram dúvidas e compreenderam ainda mais sobre os benefícios da prevenção e da busca pela qualidade de vida.

No encerramento, Dr. Fábio Araújo foi homenageado, recebendo placa de agradecimento das mãos do Pastor Jorge Gomes e demais membros.

 

Prevenção

 

O câncer do colo do útero, também chamado de cervical, é causado pela infecção persistente por alguns tipos (chamados oncogênicos) do Papilomavírus Humano – HPV. A infecção genital por este vírus é muito frequente e não causa doença na maioria das vezes. Entretanto, em alguns casos, podem ocorrer alterações celulares que poderão evoluir para o câncer, Estas alterações das células são descobertas facilmente no exame preventivo (conhecido também como Papanicolaou), e são curáveis na quase totalidade dos casos. Por isso é importante a realização periódica deste exame. É o terceiro tumor mais frequente na população feminina, atrás do câncer de mama e do colorretal, e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil.

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens. Mais do que qualquer outro tipo, é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. Alguns desses tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos e podendo levar à morte. A grande maioria, porém, cresce de forma tão lenta, que não chega a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem.

Manhuaçu Notícia

 

Gostou? Então compartilhe!

----