quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018
Manhuaçu Notícia – Notícias e informação de Manhuaçu e Região

Polícia Militar de Minas Gerais e 11º PBM a frente do trabalho preventivo

Marta Aguiar 10 de julho de 2014 Região

Manhuaçu

– Ao longo dos anos, criou-se uma imagem a respeito da Polícia Militar, as pessoas mesmo as mais integras tinham uma mistura de medo e respeito. Na concepção das pessoas, principalmente das crianças e jovens adolescentes, a Polícia Militar só existia para punir.

De uns anos para cá isso vem mudando graças a alguns programas sociais implantados pela Polícia Militar de Minas Gerais e no caso de Manhuaçu pelo 11ºBPM hoje sob o comando do Tenente Coronel Wanderson Santiago.

PROERD, JCC, GUARDUÕES DA DEFESA SOCIAL, TRANSFORMAÇÃO SOCIAL, estes são alguns dos programas desenvolvidos pelos militares do 11ºBPM, quem nos conta um pouco desse trabalho é o Tenente Veríssimo, “na verdade o trabalho preventivo já existe a muito tempo, aqui nessa seção, a P3, que é responsável por todo o planejamento emprego operacional tem uma parte da seção que chama-se Núcleo de Prevenção Ativa, que é responsável por todos os programas de prevenção na área do Batalhão. Afirmou

O Tenente Mario Veríssimo que está à frente da P3 desde fevereiro de 2013, prossegue falando do intuito desses programas, “tem o PROERD, também um programa que foi criado aqui pelo 11ºBPM que é Transformação Social, que visa tentar mudar a mentalidade das pessoas no sentido de evitar o cometimento de certas ações e seus reflexos. O Guardiões da Defesa Social, já vai para o 2º ano que foi implantado, ele abrange não só Manhuaçu, mas todas as 24 cidades. Todos os programas têm a sua característica, o JCC, uma, PROERD, outra, TRANSFORMAÇÃO SOCIAL outra e GUARDIÕES DA DEFESA SOCIAL outra, mas todos com a mesma finalidade, principalmente trabalhando com jovens e adolescentes buscando com isto o impedimento dos atos infracionais”. Citou

Ele fala também sobre o “BULLYING”, “todos esses programas abordam temas que são do interesse dos adolescentes, todos eles abordam o BULLYING, inclusive o Guardião da Defesa Social, ele aborda 15 temas e um deles é BULLYING que temos trabalhado, cada tema uma palestra, esse é um deles”. Explanou

De acordo com o Tenente Mario Veríssimo, a aceitação tem sido excelente, tanto por parte dos alunos quanto dos diretores e professores, já que estes programas são realizados nas escolas que abraçam de uma forma que causam até surpresas para a PM. “Mesmo naquelas primeiras situações em que no 1º momento há aquela desconfiança do adolescente, trabalhar juntamente com o policial militar, mas isso ao longo do tempo a gente tem percebido isso, vem se quebrando e chega ao final do ciclo, dos cursos, o policial não é mais visto como instrutor, mas sim como parceiro, como amigo. Temos casos bem pontuais de adolescente que viviam assim, vamos dizer; de uma forma desregrada, com esse convívio, com este envolvimento, acabou se tornando amigos dos policiais e não se envolveu mais em ações indevidas, é isso que a gente busca”. Disse

Quanto ao fato de no início os jovens ficarem meios arredios ele argumenta, “é natural, pela nossa cultura, geralmente tem-se que quando o policial chega para intervir né, só chega com a intenção de reprimir, mas nós estamos mudando essa cultura, passando para aquela visão de que o policial se interage com a comunidade. Tanto o policial precisa da comunidade quanto a comunidade precisa da comunidade, a interação entre essas partes que é a chave para que possamos enfrentar essas mazelas do dia a dia”. Enfatizou

Quanto a possíveis detecção de envolvimento com droga, disse: “o comando do 11º Batalhão, o Tenente Coronel Wanderson Santiago, ele tem uma visão preventiva muito ampla e ele juntamente com a unidade bola várias estratégias. E dentre estas estratégias está o fortalecimento desses programas e a criação dos Guardiões da Defesa Social que se divide em duas partes, resumidamente, 1ª parte, palestras, esse contato com o policial militar e depois o acompanhamento, aqueles casos que no decorrer daqueles encontros que é detectado que o jovem pode estar em algum desvio ou alguma coisa nesse sentido, o policial militar ele atua como o aglutinador. Se tem um problema, ele leva para o Conselho Tutelar, para o Juizado da Vara da Infância e da Juventude buscando achar soluções para o problema daquele jovem. Mas o que é mais importante, só este convívio, este contato entre instrutor e o aluno isso ai já passa a dar uma percepção para as escolhas para a vida deles. Nós temos os seguintes pensamentos, pode até não ser a verdade, mas na maioria das vezes, o jovem, só chega para ele a informação do que ruim o que é bom não. Então a função do instrutor é levar o lado bom para que possa colocar na balança e pesar e escolher o que é melhor para a vida dele”. Concluiu

A SGT Dalva, ela que participa de toda organização e coordenação expõe sua opinião sobre esse contato alunos e Policia Militar, “ eu auxilio os trabalhos, transmitindo as palestras para os instrutores. Para o jovem acho de suma importância, porque eles passam a ter mais conhecimento, com isso podemos ajudar as escolas na formação do caráter desses jovens. Nós trabalhamos, convivência familiar, acesso virtual.  Estão assim, a busca de mostrar para esses jovens o que é bom, ajudar a sociedade e a escola na formação dos mesmos acho muito importante”. Concluiu a SGT Dalva

De acordo com o Tenente Veríssimo, o trabalho da SGT Dalva é fundamental, “todo material que é feito, que padroniza nas 24 cidades é produzido aqui. A SGT Dalva ela tem um carinho todo especial, trata disso até como uma forma pessoal, muito além do profissional e isso é que dá esse convívio Polícia Militar e alunos”. Nas suas considerações finais ele disse dos seus anseios, “eu penso que o caminho é esse, a interação comunitária, o que gostaríamos mesmo é que todos os segmentos da sociedade abraçassem essa causa, que se engajem nessa atividade, reprimir é muito fácil, agora, a gente tem que buscar a dar oportunidade para esses jovens de separar o certo do errado e escolher o que é melhor para eles”. Pontuou

 Vídeo: Teógenez Nazaré

Fotos: Portal Vila Nova – Manhuaçu.com – Portal Caparao – Manhuaçu Notícia

Marta Aguiar – Manhuaçu Notícia

 

Gostou? Então compartilhe!

Deixe um comentário